segunda-feira, dezembro 04, 2006

Minha querida Sputnik - Haruki Murakami

É difícil não gostar do escritor japonês Haruki Murakami. É tão fácil gostar de seus personagens! São pessoas comuns, procurando compreender suas vidas e lidar com a solidão. Acho as histórias meio tristes. "Minha querida Sputnik" é triste. É sobre o amor platônico que Sumirê sente por Miu, uma mulher mais velha e misteriosa e sobre a paixão do narrador por Sumirê. Algumas das marcas registradas de Murakami surgem nesta obra: os gatos, mediadores entre a realidade e um outro mundo, as mulheres que desaparecem e as histórias que ocorrem em universos paralelos, como o mundo do outro lado do espelho de "Alice no País das Maravilhas".

É dificil não gostar de Murakami, suas obras deixam transparecer seu bom gosto musical, sua paixão pela Europa, seu interesse pela culinária e pelos bons vinhos, como não gostar dele?

Eis um trecho do livro:

Então me ocorreu que, apesar de sermos companheiras de viagem maravilhosas, no fundo, não passávamos de duas massas solitárias de metal em suas próprias órbitas separadas. À distância, parecem belas estrelas cadentes, mas, na realidade, não passam de prisões, em que cada uma de nós está trancada, sozinha, indo a lugar nenhum. Quando as órbitas desses dois satélites se cruzam, acidentalmente, podemos estar juntas. Talvez, até mesmo, abrir nossos corações uma à outra. Mas por um breve momento. No instante seguinte, estaremos na solidão absoluta. Até nos queimarmos completamente e nos tornarmos nada.”


P.S. Obrigada Miki!


10 comentários:

miki w. disse...

kareeen! fico feliz q vc tenha gostado da sputinik. é um livro q eu amo e volta-e-meia tenho vontade de reler! está todo marcado com post-its nos trechos q eu gostei mais.

não entendo muito disso, mas achei a tradução boa, tem expressões e frases tão lindas...

interessante as suas observações sobre a maneira de escrever do murakami, sabe que eu nunca tinha me dado conta de vários fatos que você cita? vai ver que uma das razões de gostarmos dele é porque, no fundo, ele também é um cabeça-gorda (rs).

bjs, miki

Karen disse...

Ele é cabeça-gorda sim!

miki w. disse...

hehehe, mas q descoberta :-)!

Gabriela disse...

Acabei de ler agora este livro e resolvi procurar no google alguma crítica, pra ver o que outros achavam sobre um livro tão lindo, e mesmo assim desconhecido do público em geral. É bom ouvir a opinião dos outros para complementar a sua. Bem, se você diz que é sobre um amor platônico, eu acho que é sobre o amor em geral, e como sempre estamos sozinhos apesar da busca constante por estar junto. Para citar José Saramago "Ainda que aquele instante de gozo supremo pudesse durar-vos a vida inteira, nunca os dois que sois poderieis chegar a ser um só."


Pra Muramaki mostra o quão bela pode ser a solidão, quando compartlhada.

Cau disse...

Olá!
Me convenci de que tinha que ler Murakami quando descobri este blog!
Agradeço muito por tudo que diz sobre ele.
Já li Minha Querida Sputnik e Norwegian Wood e estou apaixonada pelos romances!
Obrigada!

miki w. disse...

gabriela, linda (e melancólica, mas isso não diminui a sua beleza) a frase do saramago! karen e eu somos apaixonadas por murakami e, embora ela seja mais dona do blog do que eu (rs), tomei a liberdade de comentar no post dela hehe =).

cau, fico feliz que tenha sido convencida pelo blog a experimentar murakami! embora tenha lido pouco de suas obras, a sputinik e o kafka sempre me arrebatam! se vc gostou, tente este, tenho certeza de q nao vai se decepcionar!

bjs e obrigada pela visita!

miki

Paula disse...

Olá, legal encontrar comentários sobre os livros do Murakami. Conheci esse autor quando morava na Espanha, através da leitura de Norwegian Wood, mas confesso que achei o livro triste demais, talvez triste demais para a fase que estava vivendo.
Mas voltei a ele agora, uns dois anos e meio depois, com Kafka à Beira-Mar e adorei! Fazia algum tempinho que um livro não me absorvia tanto!

E lendo esse post agora fiquei com vontade de ler Sputnik!
Gracias, gurias!

miki w. disse...

paula, a expert em murakami aqui é a karen! fico feliz que vc tenha gostado do blog.

e sobre a sputinik, eu super recomendo: 'o primeiro murakami a gente nunca esquece' - rs.

tb li kafka e adorei.

abraços, miki

Luan disse...

Vou reviver o blog só pra elogiar o bom gosto mesmo, tava procurando coisas sobre o Murakami e vim parar aqui. De fato Murakami é genial, um dos meus autores favoritos e provavelmente o que eu mais li nos últimos anos junto com Saramago e Eco. Sei que isso daqui deve estar morto mas sei lá, queria comentar.

PS: será que esse ano ele vai ganhar o Nobel que chegou perto ano passado?

miki w. disse...

salve, luan!

é, como vc pôde perceber, o blog tá cheio de teia de aranha :D hahahaha

mas que bom que, mesmo assim, vc postou seu comment!

karen e eu amamos o mura, acho q ela até mais do que eu ;). tenho míseros meia dúzia de posts aqui, se tanto, e todos os demais maravilhosos são dela. ela leu mura completo ou quase e ela continua escrevendo sobre livros e outras cositas más em seu blog o kafkanapraia.blogspot.com! dá um pulinho lá, acho que vc vai curtir!

qt a mim, estou reformulando toda a minha constelação de blogs e, em breve (assim espero), estarei de casa nova :), se vc tiver interesse em saber, me escreva no mundomiki@gmail.com que te adiciono no meu mailing list

bjs e merci pela visita! miki